Sinalização vertical – Placas de trânsito: O que cada cor significa?

A sinalização no trânsito orienta motoristas, pedestres e ciclistas.
Veja a seguir a definição para sinalização vertical:

“É um subsistema da sinalização viária cujo meio de comunicação está na posição vertical, normalmente em placa, fixado ao lado ou suspenso sobre a pista, transmitindo mensagens de caráter permanente e, eventualmente, variáveis, através de legendas e/ou símbolos pré-reconhecidos e legalmente instituídos”.

Existem 3 tipos de sinalização vertical. Elas são classificadas de acordo com sua função, que compõe:

Sinalização de regulamentação, sinalização de advertência e sinalização de indicação.

Sinalização de Regulamentação

Tem por finalidade informar aos usuários as condições, proibições, obrigações ou restrições no uso das vias. Suas mensagens são imperativas e o desrespeito a elas constitui infração.

                A forma padrão do sinal de regulamentação é a circular, e as cores são vermelha, preta e branca, tendo exceção em seu formato as placas R-1 Parada obrigatória e R-2 Dê a preferência.

Quando a necessidade de adicionar informações complementares como período de validade, características e uso do veículo, condições de estacionamento, além de outras, deve ser utilizada uma placa adicional ou incorporada à placa principal, formando um só conjunto, na forma retangular, com as mesmas cores do sinal de regulamentação.

 Sinalização de Advertência

A sinalização de advertência tem por finalidade alertar os usuários da via para condições potencialmente perigosas, indicando sua natureza.

A forma padrão dos sinais de advertência é quadrada, devendo uma das diagonais ficar na posição vertical. A sinalização de advertência está associada as cores amarela e preta, tendo também exceções quanto à cor o sinal A-24 Obras, que possui fundo e orla externa na cor. Há também sinal A-14 Semáforo à Frente, que possui símbolo nas cores preta, vermelha, amarela e verde. E às exceções quanto à forma, os sinais A-26a Sentido único, A-26b Sentido Duplo e A-41 Cruz de Santo André.

A forma padrão dos sinais de advertência é quadrada, devendo uma das diagonais ficar na posição vertical. A sinalização de advertência está associada as cores amarela e preta, tendo também exceções quanto à cor o sinal A-24 Obras, que possui fundo e orla externa na cor. Há também sinal A-14 Semáforo à Frente, que possui símbolo nas cores preta, vermelha, amarela e verde. E às exceções quanto à forma, os sinais A-26a Sentido único, A-26b Sentido Duplo e A-41 Cruz de Santo André.

Sinalização de Indicação

A sinalização de indicação identifica as vias e os locais de interesse e orienta condutores de veículos quanto aos percursos, os destinos, as distâncias e os serviços auxiliares, podendo também ter como função a educação do usuário. Suas mensagens possuem caráter informativo ou educativo.

As placas nas cores verdes mostram saídas para as cidades, distâncias até outra cidade, entre outras finalidades. As azuis são as placas que indicam os serviços na estrada. As marrons com dizeres brancos podem ter duas formas: as verticais de indicação e as de atrativos turísticos. A diferença é que a primeira identifica os sentidos das vias para chegar ao local turístico. Já a segunda, a de atrativo turístico, marca o ponto exato onde está localizado o ponto turístico. Cinza claro, que educam, como por exemplo para a verificação dos freios ou para usar o freio motor.

A sinalização de indicação está dividida nos grupos abaixo:

Placas de identificação, placas de orientação de destino, placas educativas, placas de serviços auxiliares, placas de atrativos turísticos e placas de postos de fiscalização.

Deixe um comentário

quatro − 4 =